sábado, 22 de outubro de 2011

O Cigano Peregrino - 37

No quarto dia de nossa estada em Sintra, passeamos de charrete e pude sentir mais da natureza e das belezas do local. Nossa amiga era bastante popular na cidade e pudemos conhecer algumas pessoas legais. Percebi que indivíduos mais sectários, conservadores e com forte ranço católico não gostavam dela. Claro, era uma mulher livre, uma Mulher de Conhecimento, uma descendente da Linhagem Sagrada, Uma Bruxa.
Três dias depois de muitos passeios, conversas animadas, rituais mágicos, troca de experiências e muito carinho, Coiote nos deixou. Ficou um vazio em mim e em Maria. Certamente também nele... Mas sabíamos que aquilo era necessário, que saberíamos continuar e que continuaríamos nos amando, onde quer que estivéssemos.

Certa manhã, passeando no bosque com minha amiga, ela me falou:
- Eu o guiarei no acesso à Sétima Dimensão.
- Eu sei.
- Tem ideia do que seja a Sétima?
- Não.
- Nem imagina?
- Nem imagino.
- Observe esta pedra – mostrou-me uma pedra do tamanho do meu punho fechado, que estava próxima a nós – Abaixe-se. Olhe-a bem de perto...
Eu o fiz. Comecei a me concentrar na forma daquele mineral e já familiarizado com a apreensão da geometria dos seres, por ter acessado a Sexta Dimensão, captei seu conteúdo e o interiorizei.
- Agora vá além da forma... Transcenda-a...
Ouvi seu comando. Fechei os olhos e vi a imagem da pedra dentro da minha mente. Só que aí, algo novo começou a acontecer: a imagem da pedra tinha um som, uma vibração individual e inigualável! Ainda com os olhos fechados, compus em minha mente a imagem de uma charrete parada e uma nova vibração surgiu, um novo som. Então pensei na cor amarela e ouvi uma nova frequência; pensei na vermelha e percebi outra que a caracterizava e por fim na azul, através da qual pude ouvir outra manifestação sonora.
- Impressionante! – Constatei – Cada ser é gerado por um som cósmico, através da ressonância vibracional.
- Isso mesmo. Eis a Sétima Dimensão. Viaje pelas Estradas Galácticas de Luz.
Abri os olhos e me vi numa dimensão onde eu podia captar com uma nitidez absurda todos os sons e cores que estavam em minha volta e o mais impressionante daquela experiência foi que não havia confusão na percepção dos mesmos. Eu conseguia distingui-los sem problemas e sabia a origem e o significado de cada um.
- É maravilhoso, Maria do Céu!
Quando mirei minha amiga, ela estava totalmente resplandecente. Abri um enorme sorriso ao vê-la envolta naquele brilho sutil. Ela sorriu e disse-me:
- Olhe para si mesmo e reconheça seu próprio brilho.
Eu o fiz e me emocionei com o que vi e ouvi. Pude ver minha própria luz e minha sinfonia pessoal. Reconheci minha essência e sorrindo, e chorando, senti profundo amor por mim mesmo, por aquela mulher e por toda a humanidade... Por todo o Universo.
- Eu venho de muito longe, Peregrino – disse-me.
- Como assim?
- Já parou para pensar de onde veio?
- Nunca.
- Irá descobrir por si mesmo. Embora eu esteja encarnada nesse corpo terráqueo, venho de Andrômeda, mais precisamente de um planeta chamado Aion. O sistema solar de Andrômeda é parecido com o da Terra, mas há uma diferença gritante entre os habitantes de Aion e os daqui.
- Qual?
- Os habitantes desse planeta são multitraumatizados. Possuem traumas profundos coletivos e individuais de milhares de encarnações. Escravizaram-se à Roda de Samsara e por mais que avancem a cada jornada, a maioria não consegue se libertar dos ciclos intermináveis de morte e renascimento. Viciaram-se à prisão reencarnatória. Acostumaram-se ao limite e à crença idiota de que estão sendo monitorados por um programa caquético chamado Deus. Em Aion, não há traumas coletivos nem individuais. Somos felizes.
- Por isso você é tão... Luminosa, tão livre, tão...
- Eu mesma. A Deusa.
- Nós orientamos nossas culturas com sinfonias cósmicas e códigos usando a Ciência Sagrada. Por isso amo tanto a música. Minha missão é ensinar a quem queira aprender, que não há distinção entre mim e Deus-Pai-Mãe. Sabe por quê?
- Por quê?
- Porque Eu Sou. Porque toco a melodia composta, cantada e tocada por Cristo. Ele é o bem amado Cantor do Infinito e sua música é o Hino do Amor, a maior de todas as forças. Quando Ele canta ou toca tem a finalidade de despertar o amor no coração da gente e só o amor cura qualquer trauma, qualquer doença, qualquer tristeza. Sabe qual foi a grande jogada de Jesus no sentido de ajudar a Humanidade a se curar e a ser feliz?
- Não.
- Ele teve filhos e essa estratégia hereditária disseminou sua música pela biologia humana, ocasionando o despertar das células, do DNA. O fato de estarem surgindo cada vez mais seres humanos “acordados” é a grande arma contra líderes inescrupulosos que usam do medo e da dor para manipularem as pessoas e as acorrentarem no cativeiro das tiranias políticas, religiosas e sociais. O Governo do Amor se aproxima, Peregrino. Não haverá mais sofrimento.
- Há algum tempo saiu um documento ridículo do Vaticano declarando que a Igreja Católica Apostólica Romana seria a única Igreja que representa Cristo na face da Terra. Fiquei tão indignado!...
- Não entre nessa vibração. Ignore a Igreja. Não há mais Igreja Católica Apostólica Romana, mas só um espectro dela. Aliás, não há mais nenhuma religião das elites organizadas; só espectros e alguns pobres coitados que ainda precisam ser manipulados. O ser humano deve se voltar para o Sagrado, para dentro de si mesmo, para o prazer, a auto-realização, a auto-cura e o amor incondicional. E nas religiões organizadas é onde isso menos se encontra. Regras desumanas, sacerdotes e sacrifícios jamais serão o caminho da verdadeira Iluminação. Elas rejeitam o Macho Sagrado, o Jesus Viril transbordando esperma e alegria. Elas rejeitam o Cristo Erótico, porque temem o Poder do Gozo. O Gozo liberta e cria em todos nós a consciência de que somos mais numerosos e poderosos do que a Elite.
- Se assumirmos o controle da nossa mente, não precisaremos mais de governos e hierarquias opressoras. Seremos senhores de nós mesmos. Seremos Cristos!
- Isso mesmo, Peregrino.
Um bando de pássaros passou cantando naquele momento. Ela sorriu e respirou profundo:
- Veja, não são lindos?
- Sim. Muito lindos!
- Todos estão indo para o oeste. Sabe por quê?
- Não.
- Eles migram seguindo as linhas de energia da Galáxia. Quando cantam despertam nossa energia sexual criadora e elevam nosso potencial criativo. Se ligue no canto dos pássaros sempre e saberá o que acontece em todo Cosmos sem ter necessidade alguma de estudar Astronomia. Quando a Terra vivia conforme o Som Sagrado que há em tudo, era mais feliz. Trataram de complicar e sofisticar demais a vida e com isso destruíram o que há de mais divino na espécie humana: O Instinto Natural... Mas os bons tempos estão chegando. Os bons tempos, a boa nova e as verdadeiras bem-aventuranças. Pense num lago...
Pensei e um lago surgiu em nossa frente.
- Excelente! Agora pense numa música.
Pensei em “Primavera” de Vivaldi e a música soou de dentro da minha mente e se expandiu pelo ambiente, mas o que me chamou a atenção foi ver os padrões geométricos que se formavam na água à proporção que a melodia corria solta. Eram imagens lindas!
- Pense numa música que lhe transmita desconforto... – Ela sugeriu e eu pensei.
Surgiu uma música barulhenta e irritante que criou formas geométricas e desenhos nada harmônicos na água. Aquilo foi gerando em mim tanto mal-estar que cheguei e vomitar. Maria do Céu me amparou, sentou-me encostado no tronco de uma árvore e esperou até que eu me refizesse.
- O Universo, Peregrino – disse-me – é regido por Cordas. É Som. Luz! Frequências são moléculas que dançam com o ar. Elas configuram as formas e estas chegam ao som e à luz. O que você pode concluir dessa experiência e do que tenho lhe dito?
- Minha mente pode alterar os fatos. Eu só preciso crer que posso fazê-lo.
- Isso é ser Deus. Isso é se tornar sujeito da própria história e eliminar réus e ciclos viciosos. Muita gente diz que não está vivendo a vida que deseja, que não está vivendo na relação ideal, que não está na profissão nem na casa dos sonhos. Quando vejo alguém falando esse tipo de besteira, questiono: Mas o que você está fazendo concretamente para mudar isso? Geralmente a pessoa faz uma cara amarela e responde “Nada”. Aí encerro a conversa dizendo: Então pense - talvez você esteja exatamente onde mereça estar.
- Isso é ser Cristo. Assumir o controle da própria vida e gerar o que realmente pode me fazer feliz, mantendo o amor e o respeito ao próximo como a mim mesmo.
- Você me faz vibrar! – Disse-me abraçando-me.
Uma onda deliciosa de energia percorreu nossos corpos e eternizamos aquele abraço. O desejo de nos fundirmos num só foi tão avassalador, que a paixão brotou de nossos poros e o Amor de nossos átomos. Despimo-nos e ela dançou para mim. Era tão sedutora que eu não via a hora de tê-la em meus braços e quanto mais aquele jogo de sedução se desenrolava, mais felizes ficávamos.
Ali mesmo, tendo os espíritos das árvores e da natureza como testemunhas, realizamos nosso Hieros gamos – nossa União Sagrada.
Num dos bosques da velha Sintra, comecei a viver um novo amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário